domingo , 23 julho 2017
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Início / Quem somos

Quem somos

Apresentação:

Mesmo que você não perceba ou não acompanhe aquilo que acontece no mundo jurídico ou no meio rural, é importante destacar que o Direito Agrário faz parte do seu dia-a-dia.

No Brasil, o setor agrário é responsável por quase 1/3 do PIB economia do país. É o setor onde se encontram distintas realidades concomitantes, abrangendo desde métodos de produção ainda considerados “arcaicos”, até os mais modernos investimentos em ciência e tecnologia do mundo. É um setor especializado que traz diversos desafios que acabam refletindo diretamente no debate jurídico, tais como a profissionalização dos produtores rurais, contratações, compatibilização entre a exploração dos imóveis rurais e a preservação do meio ambiente, conflitos sociais remanescentes, efetivação dos instrumentos de Política Pública, combate das desigualdades sociais, implementação de novas tecnologias, estrutura das cadeias do agronegócio, mudanças climáticas, etc.

Nesse contexto, o DireitoAgrário.com tem como proposta se consolidar como portal jurídico especializado nas questões jurídicas que envolvem a exploração da atividade agrária, buscando fomentar o estudo do Direito Agrário brasileiro e servir de ferramenta de atualização e de pesquisa, tanto para quem já atua na área quanto para quem está tendo o primeiro contato com a matéria, bem como fomentar e incentivar o estudo do Direito Agrário a partir de uma nova perspectiva adaptada a nossa realidade atual.

No DireitoAgrário.com o leitor encontrará diversas fontes de informação: notícias, julgados, comentários de profissionais da área, divulgações de materiais, dicas de estudos, jurisprudência, artigos técnicos, novidades legislativas, etc. Ou seja, conteúdo jurídico especializado sobre as questões jurídicas envolvendo o setor agrário.

Importante destacar que o portal DireitoAgrário.com não possui vinculação partidária, tampouco segue orientações ou ideologias de fundo político-partidárias. Pelo contrário, entendemos que o Direito Agrário e seus institutos devem ser estudados de forma científica, visando sempre o desenvolvimento agrário sustentável (econômico, social e ambiental). Além disso, o Direito Agrário é a base jurídica do setor agrário, lembrando sempre que a atividade agrária é uma atividade econômica por excelência e, portanto, deve ser explorada de maneira profissional, com vista ao bem comum da sociedade.


Coordenador do projeto:

Albenir Querubini – Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela UFSM, Especialista em Direito Ambiental Nacional e Internacional e Mestre em Direito pela UFRGS. Professor de Direito Agrário e Ambiental, lecionando junto aos cursos de Pós-Graduação do I-UMA, UniRitter e Faculdade IDC. Membro da União Mundial dos Agraristas Universitário (UMAU) e da União Brasileira dos Agraristas Universitários (UBAU). Autor da obra “O regramento jurídico das sesmarias” (Leud, 2014) e co-autor da obra “Função ambiental da propriedade rural e dos contratos agrários” (Leud, 2013).


Colaboradores:

O portal DireitoAgrário.com conta, ainda, com a colaboração dos seguintes profissionais:

Darcy Walmor Zibetti – Doutor em Direito pela Universidade do Museu Social Argentino – UMSA/AR; ex-Professor de Direito Agrário da Uniritter; Procurador Federal Inativo – INCRA/RS. Presidente da União Brasileira dos Agraristas Universitários-UBAU; membro titular e Vice-Presidente da Academia Brasileira de Letras Agrárias – ABLA; membro titular da União Mundial dos Agraristas Universitários – UMAU; membro titular do Instituto de Advogados do RS – IARGS; advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do Rio Grande do Sul – OABRS; Participante ativo de Congressos Internacionais e Nacionais sobre Direito agrário, com diversos trabalhos publicados. Conta com diversos livros e artigos publicados na área agrária.

Cláudio Grande Júnior – Mestre em Direito Agrário pela Universidade Federal de Goiás. Especialista em Direito Constitucional pela Universidade Federal de Goiás. Especialista em Direito Administrativo Contemporâneo pelo Instituto de Direito Administrativo de Goiás. Procurador do Estado de Goiás.

William Mecca Martinelli – Formado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formado em Direito pelo Centro Universitário Cesumar (UNICESUMAR), de Maringá/PR. É especialista em Direito Agrário e Ambiental aplicado ao Agronegócio pelo Instituto Universal de Marketing em Agribusiness (I-UMA)/Universidade Paulista (UNIP), em Porto Alegre/RS. É Advogado no Estado do Mato Grosso do Sul.

Maurício Alfredo Gewehr – Advogado, graduado em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul, possui LLM em Direito Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, Especialista em Direito Agrário e Ambiental aplicado ao Agronegócio junto a Universidade Paulista em parceria com o Instituto Universal de Marketing em Agribusiness e certificado no Program on Negotiation junto a Harvard Law School, Cambridge – MA – USA. Possui estudos voltados ao ambiente jurídico e econômico das cadeias do agronegócio, em especial ao sistema privado de financiamento agrícola e cadeias agropecuárias integradas. É membro da União Brasileira dos Agraristas Universitários – UBAU. Site: http://kmgadvocacia.com.br/.

Marcelo Feitosa – Advogado, formado pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), Marcelo Feitosa é pós-graduado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília (UnB). Foi o relator do grupo de trabalho do atual Código Florestal de Goiás e a Lei de Processo Administrativo Ambiental do Estado de Goiás. É professor da Escola Superior da Advocacia (ESA) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) e conselheiro de Infraestrutura da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG). É membro fundador da União Brasileira da Advocacia Ambiental (UBAA) e membro da União Brasileira dos Agraristas Universitários (UBAU). Site: http://feitosamarcelo.com/.

Pedro Puttini Mendes – Consultor Jurídico e Advogado, graduado pela Universidade Católica Dom Bosco (MS), pós-graduado em Direito Civil e Processo Civil pela UNIDERP/Anhanguera, extensão em Direito Agrário, Licenciamento Ambiental e Gestão Rural. Cursando MBA em Gestão Estratégica em Comércio Exterior pela Faculdade Estácio de Sá, São Paulo/SP e Mestrado em Desenvolvimento Local com ênfase em Políticas Públicas para o Agronegócio pela Universidade Católica Dom Bosco (MS). É Palestrante e Professor de Direito do Agronegócio, Tutor de Políticas Públicas para o Agronegócio e Legislação no sistema SENAR/MS. É Membro da UBAU – União Brasileira de Agraristas Universitários e da UBAA – União Brasileira da Advocacia Ambiental. Foi Presidente da Comissão Permanente de Assuntos Agrários e Agronegócios e Membro da Comissão de Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso do Sul. Site: www.pmadvocacia.com.

Wanderson Sousa da Costa – Advogado, com atuação Agrária e Ambiental no Estado do Amapá (OAB/AP nº 2590). Bacharel em Direito pela Faculdade Estácio de Sá – Campus Macapá, Especialista em Direito Público: Constitucional, Administrativo e Tributário pela Faculdade Estácio de Sá – Campus Macapá. Atualmente cursa a 4ª Turma do Curso de Especialização em Direito Agrário e Ambiental aplicado ao Agronegócio do I-UMA. É membro da União Brasileira dos Agraristas Universitários – UBAU e da União Brasileira da Advocacia Ambiental – UBAA.